quarta-feira, 25 de abril de 2012

Retrospectiva Vingadores | Thor

Thor, o quarto filme prólogo de Vingadores, traz o encanto sonhado por anos pelos nerds do mundo inteiro. A espera pela tecnologia não poderia ser melhor recompensada. É de encher os olhos poder ver o místico reino de Asgard virar realidade pela ação do computador. Tudo é lindo, as construções monumentais, as roupas e, é claro, a clássica ponte arco-íris.

A lenda nórdica é responsável pela pitada de magia e misticismo da série, até então apoiada na ciência. Thor não é "super" por causa de uma roupa, um super-soro ou uma infecção com raios gama. Ele é um deus e nasceu assim.


O longa conta a história do asgardiano Thor, Deus do Trovão, em sua caminhada para largar de ser moleque e virar um homem digno ao trono de seu planeta. No decorrer da trama, Thor é banido de Asgard, perde seus poderes e vem parar na terra. É aqui que ele aprende o verdadeiro valor das coisas e encontra as motivações certas pelas quais deve lutar e morrer.

No meio das motivações entra o maior de todos os problema do filme: em algum lugar do caminho, o limite do "amorzinho" se perdeu e é meio estranho que ele se preocupe em salvar o planeta apenas por causa de Jane (Natalie Portman).


Apesar de todo o amor, a interpretação de Chris Hemsworth como o deus nórdico é simplesmente sensacional. De início, ele é bobo e honra muito bem seus ancestrais quebrando canecas, bebendo até o outro parar e pedindo cavalos em pet shops. O papel de "bobo" de Thor é responsável pela maioria dos alívios cômicos do filme, e serve também para mostrar o quão estúpido ele fica quando pensa que é muito melhor do que o universo inteiro.

Além da parte gráfica impecável o longa tem outro muito belo argumento para levar as namoradas chatas e não nerds aos cinemas: Thor. Chris Hemsworth é de encher os olhos. E mesmo Downey Jr. sendo o charme em pessoa, vai difícil ver qualquer uma reclamar do gigantesto loiro dos olhos azuis. (Mais ou menos o que acontece com o filme do Wolverine: "Ah, mas tem o Wolverine nu!")


Thor é extremamente importante quando pensamos nos links com Avengers. É aqui que começa a ser possível ter alguma noção do tamanho e poder da S.H.I.E.L.D, com suas bases móveis e tecnologias de rastreamento mega avançadas, e 30 segundos de Gavião Arqueiro. É também em Thor que o Dr. Selvig, que tem grande importância em Vingadores, é apresentado ao público.

Ah, sem contar que é no filme do Deus do Trovão que acontece o primeiro contato com Loki, Deus da Mentira e da Trapaça e irmão de Thor. Como vocês já devem ter percebido nos trailers (então eu posso falar sem problemas), Loki é o vilão do primeiro filme que reúne os maiores heróis de todos os tempos (definição da Marvel).

Tá chegando, minha gente!
:)
@thandyung

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...