terça-feira, 24 de abril de 2012

Retrospectiva Vingadores | Homem de Ferro 2

Após o sucesso de Homem de Ferro e de Robert Downey Jr. conquistar o mundo inteiro com o carismático Tony Stark, uma continuação era quase certa. Eis que em 2010 estreia no mundo inteiro o segundo episódio da saga de Tony Stark. Esse chegou com mais explosões, lutas, risos e muito, muito mais referências a Vingadores.

Depois de anunciar ao mundo que é o Homem de Ferro, Stark começa a ter problemas com o governo. O Senado dos EUA está empenhado em fazer com que a armadura seja distribuída para as forças armadas. Tony, obviamente, se nega a entregar a tecnologia e afirma que nenhum país no mundo jamais a terá. Menos de uma semana depois, um soviético surge usando energia do Reator ARC, e a credibilidade de Stark é posta a prova. Além disso, o herói de lata (titânio) aos poucos é infectado pelo paladio que tem na bateria do seu coração e sua morte é praticamente certa. Bom né, ter que salvar o mundo e ainda cuidar da saúde?


Usar uma morte iminente é a melhor das jogadas de Iron Man 2. A infecção e o retorno à mais humana das realidades - a morte - faz com que Stark esteja em um outro nível de interpretação. Como lidar com a morte quando você sabe que ela está batendo á porta? As dúvidas e incertezas, e o fato de ele esconder de todos o que está acontecendo humaniza o personagem e traz simpatia a um herói que há muito caiu no gosto popular.

É preciso dizer que os momentos que mais me fizeram rir foram nossa querida Pepper Potts tendo surtos histéricos em momentos de tensão.

Como sempre (Marvel rules), as cenas de ação são de encher os olhos. Enchem mais ainda quando a maravilhosa Scarlett Johansson dá o ar da graça e uma surra em quinze seguranças treinados de uma vez. A introdução da Viúva Negra / Agente Romanoff (Black Widow) é o chute no balde para outras Easter Eggs sobre Vingadores. Algo do tipo "nós vamos MESMO fazer isso, minha gente". Acaba que IM2 é o filme que mais faz conexões com o longa que estreia na sexta-feira


Depois de Romanoff, o agente Culson reaparece e precisa ir à uma "missão secreta no Novo México (cof cof, Thor)". Então Nick Furry surge, agora durante o filme, e coloca os pingos nos 'is' sobre a intenção de levar Stark para o grupo de heróis que a S.H.I.E.L.D está reunindo. O bom é: eles não reexplicam quem é Furry. Ou seja, quem não ficou na sessão para a cena extra do primeiro filme pode ficar meio desorientado. (Dica de vida? SEMPRE espere os créditos em filmes da Marvel).

Mas, com Viúva Negra, Nick Furry, Agente Culson, base da S.H.I.E.L.D não parecem suficientes, a cena extra ainda nos dá muito mais. Um agente Culson no meio do deserto informando apenas "Sr, nós achamos", e um super close no sagrado Mjollnir, o martelo de Thor. (E eu quase pulando de êxtase dentro do cinema)

Eita que tá chegando!
Já leu a retrospectiva de Homem de Ferro e de O Incível Hulk?

Amanhã é dia de Thor!
@thandyung

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...