terça-feira, 16 de agosto de 2011

Especial Sessão da Tarde - Edward, mãos de tesoura

Por Thandara Yung

Em meio a tantos clássicos e ótimos filmes que divertiram as tardes após a escola, certamente Edward, Mãos de Tesoura TINHA que estar na lista. Embora tenha assistido, ainda criança, dezenas de vezes a verdadeira história da origem da neve, nunca achei que o filme fosse muito apropriado para o horário ou até mesmo para o público infantil.

Edward (Jhonny Depp) é uma espécie de Frankenstein gótico. Foi criado por um cientista considerado maluco e estava incompleto quando seu "pai" morreu pouco antes de dar-lhe mãos de presente. Assim, no lugar delas ele tinha tesouras. Peg (Dianne Wiest), uma vendedora de cosméticos, o encontra em sua mansão e resolve levá-lo para casa. Os moradores da vila demoram a se acostumar com o estranho, mas cedem à doçura e habilidade dele em podar árvores, cachorros e cabelos. Nesse meio tempo, Ed se apaixona por Kim (Winona Ryder), filha de Peg. Tudo desanda quando o namorado de Peg descobre esse amor e faz de tudo para colocar a cidade inteira contra o querdinho Edward.



Cada elemento é extremamente mágico. Mas além da magia, a fábula moderna traz à tona assuntos delicados. É uma verdadeira quebra de estereótipos: o estranhão cheio de cicatrizes, roupas pretas de couro e mãos de tesoura é, na verdade, uma pessoa extremamente doce. Ingênuo ao ponto de se lascar todo por causa disso (existe uma cena em que ele fere uma pessoa tentando salvá-la). O filme mostra que por mais fora dos padrões que alguém esteja, é preciso conhecê-la antes de qualquer julgamento de valor. É o cinema dando dicas para a vida!

Mãos de tesoura é o marco em muitos aspectos, para registrar alguns:

O filme foi a marca do início da parceria entre Depp e Tim Burton. Os dois fizeram juntos sete filmes, foram eles: Edward, mãos de tesoura (1990); Ed Wood (1994); A lenda do Cavaleiro sem cabeça (1999); A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005) e Noiva Cadáver (2005), onde cedeu sua voz ao personagem Victon Von Dort; Sweeney Toddy, o barberio assassino da Rua Fleet (2007); e Alice no País das Maravilhas (2010), que viveu o alucinado Chapeleiro Louco. Além dos já lançados, em 2012 mais uma parceria irá estrear, é o filme Dark Shadows. Na maioria dos filmes, ele foi protagonista.

Foi com Edward que Jhonny Depp mostrou ao mundo inteiro que nasceu para fazer papeis de tipos mais esquisitões (vide Willy Wonka, Chepeleiro Louco, Jack Sparrow, Sweeney Todd, entre muitos outros) - acho que por isso ele e Burton deram tão certo juntos. Quanto mais insano o personagem, melhor ele se encaixa ao rosto misterioso e zombeteiro de Depp. Até mesmo para dublar, Depp prefere dar sua voz a personagens nada convencionais como Von Dort, de Noiva Cadáver, o camaleão Rango e o alucinado do Bob Esponja.

Foi também na época do filme que Depp e Winona Ryder começaram a se relacionar. Eles se casaram, mas a união durou apenas dois anos.

Duas curiosidades que preciso compartilhar: Ao longo de todo o filme, Depp fala apenas 169 palavras. Enquanto isso, as cicatrizes se tornam cada vez mais profundas e em maior quantidade.


Tem tempo que não vejo passar na sessão da tarde, quem sabe por agora a gente tem a chance de ver. Para os mais agoniados, vale comprar o DVD ;)

Sigam-me no twitter.
@thandyung










Edward, Mãos de Tesoura em DVD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...