quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Comencrítica - Planeta dos Macacos: A Origem

Por Juliana de Faria 

 

Qual o começo de uma história que já é conhecida? Esse é o mote principal do filme. Ignorando a entrega de 2001 de Tim Burton, a película começa com uma crítica velada às indústrias farmacêuticas que apenas se importam com os lucros. E é dito numa cena que o importante é o lucro que a empresa logrará e o sucesso que o cientista Will Rodman (James Franco) fará.

Os efeitos especiais são usados pra contar a história e não a torto e a direito como temos vistos nos últimos tempos. Não são necessárias explosões e afins para se fazer uma história interessante e paupável.


César é um chimpanzé com características humanas graças à sua mãe, cobaia da grande empresa farmacêutica da história que recebeu um medicamento contra Alzheimer. Quando tudo dá errado na pesquisa e a mesma é cancelada, os primatas são mortos, até que se descobre o filhote no cantinho da sela.
O amor que César, Will e o pai de Charles (John Lithgow) simplesmente é, na minha opinião, a melhor parte do filme. A construção de uma relaçao em que a confiança e a amizade são a base, ainda que Charles sofra de Alzheimer. Para mim, a atuaçao mais crível do filme. Perfeita construção de um personagem doente sem cair no mais do mesmo ou no esteriótipo.

Quando o símio ataca um vizinho para defender o debilitado Chales, a confusão se arma. O controle de animal o leva para um "refúgio para primatas" que mais parece uma prisao para os animais. Aí, tudo se desenrola. Outros macacos. A história começa de verdade. A partir daí, tudo corre demasiado rápido para o ápice dos macacos e o final do filme. As coisa se atropelam.


Simplesmente falta tempo para tudo, César e os outros macacos, o romance de Will. Faltou tempo, faltou uma melhor divisão do roteiro. Faltou tempo para o que eu esperava do filme. Talvez, o defeito tenha sidoeu esperar mais do que devia de um filme.



A Juliana é agora nossa correspondente internacional, direto da Espanha!

Siga a Ju no Twitter!
@julianadefaria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...