terça-feira, 21 de junho de 2011

Minha história com Potter - II

O Lucas soltou a semente no ar, e resolvi aderir à ideia e contar minha trajetória ao lado do grupo de bruxos mais encantadores de todos os tempos. Faltam 23 dias para a estreia do último episódio cinematográfico da saga Harry Potter. Sinceramente, não sei bem o que eu estou sentindo.

Aos onze, comecei a ler, meio que escondida da minha irmã por causa de uma história que vale outro post. Quando o filme começou a roda eu enlouqueci. Meu computador tinha dezenas de pastas com fotos das filmagens, separadas por personagens. Lia tudo, acompanhava fielmente.

Assisti a todos os sete filmes na estreia ou na pré-estreia, quando minha mãe deixava. O importante é: NUNCA esperei até sábado para assistir. Ou era quinta de madrugada, ou era na sexta. (gente doida)




Mas meu ápice de fanatismo e minha história de honra com Harry Potter se dá em um filme específico: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, lançado em 2004. Na época, era meu livro favorito (Relíquias ainda não tinha lançado) e resolvi homenageá-lo à altura: fui à estreia trajando um UNIFORME COMPLETO DE HOGWARTS! Completo MESMO, gente: Camiseta, saia, meia alta, sapatilha, gravata vermelha (Grinfinória, claro), CAPA PRETA LONGA e varinha na mão. Detalhe: eu mandei fazer o modelo de acordo com as imagens do uniforme que seria usado no filme.

Não me julguem, eu tinha 14 anos e foi um dos dias mais felizes da minha adolescência. Essa alegria se completou quando uma criança - devia ter uns 8 anos - ficou louca puxando o pai dela e falando que eu era a Hermione! Pediu para tirar foto comigo e tudo. Conseguem imaginar a minha plena alegria? Foi maior... Uma pena que me produzi toda e detestei o filme, mas isso é comum na série de filmes para mim, eles não são minha maior paixão.

Não, eu não me envergonho desse momento. Não sei se hoje eu teria a mesma coragem, a gente fica velho e fica chato. Mas fico muito contente quando vou às estreias e vejo dezenas de pessoas à carater (Já vi gente de Comensal da Morte com máscara e tudo e uma galera andando com vassouras). A tradição não morreu e eu fico feliz com isso, fanáticos sem vergonha sempre existirão e são importantes.

Bom, taí uma das minhas maiores loucuras por Harry Potter. Tenho mais algumas, mas valem outros posts. Até a estreia acho que dá para contar tudo. E você já fez alguma coisa loucura por causa dos portadores de varinhas?

Leia também: Minha História com Potter I


Sigam-me!
@thandyung

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...