segunda-feira, 11 de abril de 2011

[Os Novos Heróis do Cinema] – Os Incríveis



Por Lucas Madureira, a convite do Central de Cinema

Este post é o terceiro da série Os Novos Heróis do Cinema. O objetivo é mostrar quem são os "mocinhos" dos filmes atuais, que não surgiram de adaptações de HQs. Já pedi sugestões no Twitter e no Filmow e tive ótimas respostas. Se você lembrar de outros e quiser sugerir algum (ou alguma, claro!), pode me procurar a Ericka, editora do blog, no Twitter (@erickacris) ou enviar um email para centraldecinema@gmail.com


Leia também: [Os Novos Heróis do Cinema] - Wall-e




Uma família formada, inicialmente, por dois heróis. Que mal poderia acontecer com eles? O Senhor Incrível e a Mulher Elástica estavam confiantes que nada poderia afetá-los. Pois é, super-heróis também erram. O Senhor Incrível, no dia do seu casamento, salva um homem que tentava se matar, mas ao salvá-lo machuca a coluna do indivíduo, que o processa por tê-lo machucado e porque não queria ser salvo. Ele é um filho de uma mãe (#2@*!!)!!!


Com esse processo houve várias manifestações e os heróis foram proibidos de serem heróis, foram obrigados a se tornar cidadãos comuns em troca de não pagar por todo prejuízo que causaram. Isso, para mim, é ingratidão! O Senhor Incrível e a Mulher Elástica se tornaram o senhor e senhora Roberto (Beto, para os íntimos) e Helena Pêra. Além de terem uma vida comum, parece que não tinham televisão. Eles tiveram três filhos. Violeta, fica invisível e cria campo de força, Flecha, super velocidade, e Zezé, super mega power poderoso, apesar de que no começo do filme pensaram que não tinha nenhum.


O tempo foi passando e a vida ficando cada vez mais normal, se é que isso é possível para uma família com super poderes. Beto ficou gordo e Helena virou dona de casa. Beto e seu amigo das antigas, Lucius Best, Gelado, de vez em quando escutavam a frequência da policia para dar uma de heróis no mocó. Numa dessas são descobertos por uma mulher (guarde essa informação), que trabalha para um antigo fã do Senhor Incrível, o Bochecha, ou GurIncrível, como preferia ser chamado.


Esse moleque sentia rancor do seu herói porque queria ser seu ajudante, mas Beto não deixou. Bochecha pensou que foi porque ele não tinha super poderes. Oi? Ta pensando que é o Batman? Assim, o GurIncrível virou o Síndrome, o grande vilão da história.


Recapitulando... pai de família que leva uma vida normal apesar de ter uma super força, além de tudo aguenta um chefe mega chato e trabalha no emprego mais boring do universo. Para mim isso é mais do que suficiente para provar que ele é um herói. Se eu tivesse essa vida e super força, mandava tudo para o espaço.




Continuando a recapitulação... mãe de família que era a Mulher Elástica, uma linda e poderosa super heroína, que ainda fica limpando a casa e cuidando da peste dos filhos, para mim também prova que ela é uma super-heroína! Pensando bem, isso prova que muita gente do nosso dia a dia são heróis. Só lhes faltam os poderes. Ou não né? Vai saber!? Vai que eles possuem e não sabemos. oO Voltando para o filme...



Mas as coisas mudaram. Lembra que falei da mulher que achou o Senhor Incrível? Pois é, ela ofereceu a ele um bico de herói. Mas era uma cilada. Isso mesmo, não era amor, era cilada, cilada, cilada (que piada infame, desculpe). Beto acaba em perigo e Helena vai socorrê-lo, mas Flecha e Violeta se escondem no avião e vão juntos, deixando Zezé com Karen, a babá mais super-legal do universo.


O Síndrome explode o avião e faz o Senhor Incrível pensar que sua família está morta. Mas não é verdade, eles sobreviveram, TODOS CHORA!


A família toda se reúne e para derrotar o grande vilão do filme, claro que com a ajuda de Gelado. Eles mantiveram a família unida mesmo no meio da grande luta. Manter uma família junta nos tempos de hoje é mais do que prova que são verdadeiros heróis. Eles derrotam o robô do Síndrome, mas o vilão não se conforma e tenta seqüestrar Zezé, o caçula da família. Mais uma vez eles se unem e salvam o bebê, que se mostra muito poderoso.


Com o feito eles conseguem que os heróis sejam aceitos novamente pela sociedade e os tempos de glória voltam, os Super-Heróis voltam. O Senhor Incrível, que inicialmente pensava que os bons tempos tinham ido embora, acaba descobrindo que a grande aventura da vida dele é sua família.




















Os Incríveis em DVD e vejam só! Em VHS! Vale a pena ter este clássico da Pixar em casa.











Sigam Lucas Madureira no Twitter!
@LucasMadureira

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...