sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O que eu aprendi com os filmes da Disney

Por Lucas Madureira, a convite do Central de Cinema


“...Amigo estou aqui
Amigo estou aqui
Os seus problemas são meus também
E isso eu faço por você e mais ninguém
O que eu quero é ver o seu bem
Amigo estou aqui
Amigo estou aqui

Os outros podem ser até bem melhores do que eu
Bons brinquedos são
Porém, amigo seu é coisa séria
Pois é opção do coração (viu?)...”

Esta música, tema da trilogia de Toy Story, expressa uma das mensagens mais disseminadas pelos filmes das Disney, a amizade. Quem nunca desejou ter um amigo como Woody e Buzz? Brinquedos que estavam sempre dispostos a lutar por seus amigos e seu dono.

Mas não foi apenas a amizade de Woody e Buzz que marcaram a vida de muitas crianças, jovens e adultos. Tod e Dodó, protagonistas de O Cão e a Raposa, se tornam melhores amigos, mas devido aos papéis que desempenham na sociedade não podem manter esse laço, pois Tod teria que caçar Dodó. A trama põe em prova a amizade dos dois, mas eles confirmam que independente do que a sociedade diz, eles podem sim ser amigos.

Mickey, Donald e Pateta expõem, em Os Três Mosqueteiros, que a amizade pode vencer qualquer problema, seja o vilão, o medo ou as trapalhadas. TJ e Max, em Pateta Radical, ensina que é sempre bom ter amigos por perto, amigos que nos fazem rir. E o que falar de Dori e Marlim (em Procurando Nemo)? Dori simplesmente larga tudo para ajudar o amigo a procurar seu filho no oceano. A mensagem é bem impactante quando Dori fala para Marlim: “Confia em mim. Confia em mim. É isso que os amigos fazem”.

Aladdin consegue ser amigo de um Gênio e de um macaco. O “ladrão por sobrevivência” faz de tudo para conseguir comida para seu macaco e abre mão do terceiro desejo, que abriria as portas para seu grande amor, para dar ao Gênio a liberdade.

Não poderia ficar de fora a amizade de Timão e Pumba (O Rei Leão), dois animais excluídos de suas comunidades por serem diferentes. Eles se unem e formam uma amizade que enfrenta tudo, inclusive os predadores, as hienas, para proteger um ao outro e o Simba.

Bu (Monstros S.A.) deixa de lado o medo que sente para ajudar o “Gatinho” (Sulley) quando ele mais precisou. Mike ajudou seu amigo, Sulley, quando ele mais precisou.

Ainda existem muitos outros filmes que nos ensinam sobre a amizade, como Mulan, Hércules, Carros ... Porém, vamos ficar com esses e encerrar a mensagem da amizade com o final da música de Toy Story.
“...O tempo vai passar
Os anos vão confirmar
Às três palavras que eu proferi
Amigo estou aqui
Amigo estou aqui
Amigo estou aqui”

E o amor? Tão presente nas tramas da Disney. Em Pocahontas, vimos que o amor vence o medo, o desconhecido, os preconceitos e as tradições impostas pela comunidade em que vivemos. Aladdin e Jasmine, assim como A Dama e o Vagabundo, precisam lutar contra o preconceito de classes sociais para viverem seu grande amor.

Simba mostra que mesmo não vendo a amada por muito tempo é capaz de guardar esse amor. Bela (A Bela e a Fera) ensina que o príncipe encantado nem sempre é o que se espera, mas se realmente houver o amor, nada mais importa. Quasímodo (Corcunda de Notre Dame) também passa a mensagem que as aparências enganam, que a beleza não é tudo.

Cinderela, Branca de Neve, Rapunzel, Ariel, Bela Adormecida e todas as outras princesas da Disney ensinam que o amor existe. Pode demorar um pouco mais, podem acontecer algumas adversidades, mas todos sempre enfrentam os problemas e acham sua cara metade.

Tarzan luta pelo seu amor. Luta contra os preconceitos de sua comunidade e contra sua própria família. Mostra que um sempre pode se adaptar ao outro.

A lista de amor da Disney é extensa e a cada desenho aumenta mais. Então, para podermos passar para as outras mensagens, ficamos com um trecho da música de Aladdin e Jasmin, Um mundo ideal.
“Olha eu vou lhe mostrar
Como é belo este mundo
Já que nunca deixaram o seu coração mandar
E a imaginação? Muitas crianças perderam sua imaginação, seu poder de sonhar acordado. Peter Pan, a eterna criança, demonstra que com um pouco de fé, tudo pode acontecer. Lúcia (As Crônicas de Narnia) instrui que as crianças são propensas a ver o que os adultos tem dificuldade, olhar além das leis que regem o universo. Peter e Lúcia dão valor em ser criança, de não estar preso ao mundo da lógica, do possível e do impossível. Alice no País das Maravilhas é um ótimo exemplo de estar aberta ao impossível.

Mulan também retrata um pouco de imaginação ao fazer amizade com um dragão, Mushu. Mas ela ensina muito mais que isso. Mulan é uma personagem determinada que diz e prova o quanto as mulheres podem ser fortes e enfrentarem os mesmos problemas que os homens.

Algumas das tramas relatam que nem tudo na vida vai dar certo, mas podemos continuar a viver e ser feliz mesmo assim. Quasímodo não conseguiu nada além da amizade de Esmeralda, mas mesmo assim se sentiu feliz por tê-la por perto.

Simba perde o pai quando ainda era um filhote, por causa de uma traição de seu tio Iscar. Ele foge por um tempo para não conviver com a culpa, mas acaba voltando e acertando as contas com seu tio. Encontra Nala, seu antigo amor, e sua mãe. Ele não tem seu pai novamente, contudo é feliz com os amigos e família.

Falando em família, A Família do Futuro, 101 Dálmatas e Lilo e Stich ensinam que mesmo não nascendo da mesma mãe, ou do sendo do mesmo planeta, pode existir uma família. “Ohana quer dizer família. Família quer dizer nunca abandonar ou esquecer, Stich". Os Incríveis é um filme que retrata a importância de ter a família por perto, que é ela quem nos socorre quando mais precisamos.

Essas foram algumas mensagens que a Disney passou. Poderia aprofundar em cada história e desenvolver suas características e mensagens, mas são muitos filmes e muitos ensinamentos transmitidos ao longo desses anos. Não se esqueçam, mesmo enfrentando adversidades, problemas na família, preconceitos de gênero ou classe, você pode prosseguir sua vida e ser feliz. Basta ser determinado, não perder a esperança e lutar pelo que deseja. Como mostra em todos os desenhos, o bem sempre vence o mal, pode demorar um pouco, mas a justiça, nem que seja a divina, é feita.
Vou vencer!
Seremos rápidos como um rio
Vou vencer!
Com força igual a de um tufão
Vou vencer!
Na alma sempre uma chama acesa
Que a luz do luar nos traga inspiração

O inimigo avança
Quer nos derrotar
Disciplina e ordem
Vão nos ajudar
Mas se não estão em condições de se armar e combater
Como vão guerrear e vencer?

Vou vencer!
Seremos rápidos como um rio
Vou vencer!
Com força igual a de um tufão
Vou vencer!
Na alma sempre uma chama acesa
Que a luz do luar nos traga inspiração...”
[Mulan - Vou Vencer]

Leia também: O Que eu Aprendi Com as Comédias Românticas

Siga o Lucas no Twitter!
@lucasmadureira

2 comentários:

  1. Amei esse texto.
    A gente costuma ouvir coisas negativas e bobas sobre os filmes da Disney e esse texto mostrou o contrário.
    As mensagens passadas para as crianças, e para os adultos também, são lindas.

    ResponderExcluir
  2. Que liiiiindo! Ai q orgulho dessa minha nova família, q além de linda, divertida, legal e unida é também muito talentosa!
    Parabéns Lucas, Deus te brindou com o dom tocar as pessoas com o carisma das boas palavras, e eu torço de verdade q a tua vida seja mais linda e cheia de conquistas q os sucessos da Disney!!!
    Já tô com saudade!
    beiijo. Fernanda :D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...